IRPF 2019: Declaração Imposto de Renda 2019, Restituição, Tabela

Com o início do ano se aproximando, os cidadãos precisam desembolsar uma determinada quantia das suas economias para quitar o IRPF 2019. Se você pretender realizar a declaração do IRPF 2019, acompanhe as informações atualizadas no artigo abaixo!

IRPF 2019
IRPF 2019

Como primeira informação, devemos lembrar a você, contribuinte, que deixar a declaração do seu IRPF de 2019 para última hora é uma ideia ruim. Nos últimos dias para completar o prazo, há um congestionamento no site causado pelos retardatários e esse impasse poderá tornar sua declaração mais complicada.

Sem falar que a declaração que não é realizada dentro do prazo estipulado pela Receita Federal, poderá gerar multas. Ou seja, realize a quitação do Imposto de Renda 2019 com antecedência para não ter problemas com o leão da Receita federal!

IRPF 2019

Por se tratar de um país enorme, geograficamente e populacionalmente falando, o Governo Federal precisa ir em busca de variadas maneiras de arrecadação para custear os investimentos do estado e os programas sociais. O IRPF 2019 é uma das formas mais importantes de arrecadação!

✓ Veja ainda como emitir DARF IRPF 2019!

Segundo as regras IRPF, o cidadão deve contribuir uma vez ao ano com o valor referente ao seu ganho mensal. Ou seja, quanto maior for a sua renda, mais você precisa contribuir. O máximo pago pelo cidadão brasileiro em imposto de renda é 27,5% do seu ganho.

Com os avanços tecnológicos, o cidadão não precisa ir até um posto da Receita Federal para resolver questões do seu IRPF. Com o site oficial do órgão o contribuinte pode resolver tudo sem sair de casa e no tempo necessário. 

Para saber mais detalhes sobre a declaração IRPF 2019, acompanhe!


Quem precisa declarar o IRPF 2019?

Apesar de ser um tributo obrigatório, parte dos cidadãos brasileiros são isentos ao valor da declaração do Imposto de Renda. Isso por que apenas os cidadãos que detém uma renda mais abastada precisam declarar.

Confira agora quais são os requisitos para precisar declarar ou não o IRPF 2019, lembrando que o ano base para esta declaração é 2018:

  • Teve rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70;
  • Teve rendimentos não tributáveis, ou tributáveis exclusivamente na fone acima de R$ 40.000,00;
  • Realizou operações na bolsa de valores ou de mercados futuros;
  • Teve ganho de capital sobre a alienação de bens e direitos;
  • Teve renda anual rural bruta superior a R$ 142.798,50;
  • Queira compensar prejuízos e perdas da atividade rural de anos anteriores;
  • teve posse, no dia 31 de dezembro de 2018 de bens cujo valor ultrapasse a fixa de R$ 300.000,00;
  • Passou a condição de residente no Brasil e aqui se encontrava no dia 31 de dezembro de 2018.

Atenção: qualquer contribuinte que, em 2018, tenha tido rendimentos superiores a R$ 10 milhões, deverá transmitir a sua declaração de ajuste anual com certificado digital.


Quem NÃO precisa declarar o IRPF 2019

Como já foi dito no início do artigo, existe uma parcela da população brasileira que não precisa declarar o Imposto de Renda 2019, veja agora quem possui isenção do IRPF:

  • Quem possuir renda mensal de até 1.903,98 (de acordo com a tabela de 2016);
  • Beneficiário de aposentadoria, pensão ou reforma;
  • Quem obtém posse de bens e direitos, desde que o valor total de até R$ 300.000,00;
  • Pessoas portadores de doenças graves como:
  • AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida);
  • Alienação Mental;
  • Cardiopatia Grave;
  • Cegueira;
  • Esclerose Múltipla;
  • Espondiloartrose Anquilosante;
  • Fibrose Cística (Mucoviscidose);
  • Hanseníase;
  • Hepatopatia Grave;
  • Neoplasia Maligna;
  • Paralisia Irreversível e Incapacitante;
  • Tuberculose Ativa.
  • Contaminação por Radiação;
  • Doença de Paget em estados avançados;
  • Doença de Parkinson;
  • Nefropatia Grave.

Tabela do IRPF 2019

Em todos os anos são estipulados pelo Governo Federal a tabela do Imposto de Renda. As alíquotas da Tabela IRPF para 2019 mudam de acordo com o salário do trabalhador, por isso é importante estar a tento a tabela IRPF 2019

Até o momento ainda não foi divulgada a tabela para o ano de 2019. Sendo assim, confira a tabela do ano anterior e a tome bom base:

Base do Cálculo Alíquota Parcela a deduzir
Até R$ 22.847,76
De R$ 22.847,77 até R$ 33.919,80 7,5% R$ 1.713,58
De R$ 33.919,81 até R$ 45.012,60 15% R$ 4.257,57
De R$ 45.012,61 até R$ 55.976,16 22,5% R$ 7.633,51
Acima de R$ 55.976,16 27,5% R$ 10.432,32

*Assim que divulgada a nova tabela do IRPF, iremos atualizar as informações!


Como declarar Imposto de Renda 2019?

Há diversas formas de declarar o seu imposto, todas elas são on-line, ou seja, você não irá precisar sair da sua casa para realizar esse processo. As maneiras mais fáceis de fazer a declaração do Imposto de Renda, é pelo aplicativo IRPF e o programa do imposto de Renda 2019

1- A primeira opção para realizar a sua declaração é através do aplicativo “IRPF” disponível para Tablets e Smartphones.

  • Instale o APP no seu aparelho (podendo ser encontrado nos aparelhos Android e IOS);
  • Comece o seu cadastro preenchendo os campos solicitados.

2- A segunda forma é através do site oficial da Receita Federal, instalando o Gerador de Declaração para computadores.

  • Clique na opção “Download do Programa RECEITANET”;
  • Escolha o tipo entre as opções da plataforma do seu computador;
  • Clique em “Programa IRPF 2019”.

Após a instalação, clique na opção “Nova Declaração” caso essa seja a sua primeira declaração neste computador;

Escolha a opção “Declaração de Ajuste Anual” e espere abrir uma nova janela.

Ao lado esquerdo do seu computador terá um menu do qual será o seu guia de declaração do Imposto de Renda 2019.

Depois de achá-lo, preencha os seguintes dados:

  • Dependentes;
  • Alimentandos;
  • Rendimentos;
  • Imposto pago/retido;
  • Pagamentos efetuados;
  • Doações efetuadas;
  • Bens e direitos;
  • Dívidas e ônus reais;
  • Espólio;
  • Importações;
  • Renda;
  • Entre outras informações necessárias.

Depois de finalizar, confirme os dados para que não hajam erros.

Caso não hajam erros nas informações, clique em “Entregar Declaração” no canto esquerdo inferior do seu computador.

Concluído o processo, sua declaração enviada. Imprima um recibo da declaração.

No menu superior do programa,  selecione o item Declaração”, escolha a opção “Imprimir” e “Recibo”.


Restituição do Imposto de Renda 2019

Você tenha pago a mais do que deveria durante o ano de 2018? Se a resposta for positiva, você terá o valor reembolsado! O pagamento da Restituição do IRPF de 2019 é de total responsabilidade da Secretaria da Receita Federal do Brasil – RFB.

➜ Para consultar a sua restituição clique aqui!

  • Preencha o seu CPF;
  • Data de Nascimento;
  • Código de Segurança;
  • Clique em “Consultar”.

Para conferir o calendário restituição IRPF 2019, consulte os lotes, clicando aqui.


Regularização Malha Fina 2019

De acordo com o site da Receita Federal, mais de 771.801 declarações caíram na malha fina. Essas pessoas não receberam a sua restituição e por isso precisam agir para se regularizarem.

Caso você faça parte desse grupo que caiu na malha fina IRPF, deverá antecipar a intimação da Receita Federal, só assim poderá se regularizar. 

Pela internet consulte suas pendências.

*  Através do próprio site da Receita Federal, clique aqui para consultar .

Para o contribuinte consultar o seu extrato, é preciso preencher o  código de acesso ou certificado digital.

As informações para geração deste código de acesso estão na página da Receita Federal, clique aqui para obter o código.

* Para saber se a sua declaração foi liberada, acesse o site da Receita Federal, clicando aqui

Outra opção é ligar para o número 146 e procurar maiores informações sobre a sua situação.

Caso hajam problemas com o banco, agência ou conta-corrente informada no pedido de pagamento da sua restituição entre em contato com a Central de Atendimento do Banco do Brasil:

  •  4004-0001 (capitais);
  • 0800-729-0001 (demais localidades);
  • 0800-729-0088 (deficientes auditivos).

Continua com alguma dúvida sobre o IRPF 2019? Escreva um comentário a baixo que em seguida iremos fazer o possível para solucioná-la. Lembrando que este artigo estará em constante atualização!